O conflito entre Rússia e Ucrânia pode dar início à 3ª Guerra Mundial?

conflito entre Rússia e Ucrânia é o principal assunto dos noticiários do mundo todo. Apesar das batalhas estarem concentradas no leste europeu, o medo de uma grande guerra generalizada envolvendo outras potências assusta boa parte do mundo.

R7 conversou com quatro especialistas e, apesar de todo o temor de parte da população mundial com o conflito entre Rússia e Ucrânia, acreditam que não há possibilidde de uma Terceira Guerra Mundial. Apesar da grave disputa no território ucraniano, ainda não existem elementos que indiquem uma batalha militar similar aos confrontos que ocorreram no início e em meados do século 20.

O economista e doutor em relações internacionais Igor Lucena conta que apesar de autoridades europeias e norte-americanas tocarem no assunto de uma guerra mundial, a ideia de um confronto nestes moldes ainda é ousada.

“Acho muito ousado a gente falar de Terceira Guerra Mundial hoje. O que encontramos é um conflito militar na Europa, o mais sério desde o fim da Segunda Guerra Mundial e da Guerra Fria. Entretanto, essa visão de Terceira Guerra Mundial é um pouco exacerbada.”

A professora de relações internacionais da Uerj (Universidade do Estado do Rio de Janeiro) Miriam Saraiva, por sua vez, ressalta que guerras costumam ter desenvolvimentos surpreendentes e cita como exemplo a própria invasão da Ucrânia.

“Guerra sempre tem um desenvolvimento que pode ser surpreendente. E pelo visto, na própria invasão da Ucrânia, por si só já foi surpreendente pois ninguém pensava que ele poderia chegar a esse nível. Se acharia eventualmente que ele [Putin] poderia entrar em Donbass, mas não tanto. Agora, acho que daí para uma guerra mundial está longe.”

O docente da Facamp (Faculdades de Campinas) James Onnig adianta que uma hipotética Terceira Guerra Mundial nos moldes do embate ao nazismo e ao fascismo da década de 1930 e 1940 não acontecerá. Para o especialista, ainda assim, estamos caminhando em direção a um grande conflito.

“Certamente não nos moldes que foram a Segunda Guerra Mundial, ou seja, avanço e recuo de tropas, combates frente a frente, isso no atual momento creio que não. Mas vem se desenhando um teatro de que realmente estamos a caminho de um confronto de proporções inimagináveis.”

O historiador Rodrigo Ianhez, especialista em Rússia, explica que não dá para dizer que uma Terceira Guerra Mundial seria provável neste momento. Ele acredita que todos os envolvidos farão o que for capaz para evitar um conflito desta magnitude.

“Que é possível, é. Mas ainda não dá para dizer que é provável. A gente vai precisar ver os desenvolvimentos e é evidente que isso é algo que todas as partes vão querer evitar de todas as maneiras.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Open chat
Posso lhe ajudar?