Zona Leste é foco de pancadões em tempos de aumento da Covid-19

Neste período da pandemia do coronavírus os bailes funks tem sido grande vetor de proliferação vírus na população de São Paulo. Na zona leste da cidade, os pancadões nas comunidades e em várias localidades são recorrentes e um grande problema para as autoridades.
Em São Miguel Paulista, no último final de semana, moradores denunciam a realização de baile funk na região, em meio ao novo aumento de casos de covid-19 no estado.
Segundo denúncias, a concentração se inicia por volta das 19h e o som alto e aglomeração de jovens se estende por toda a madrugada, fazendo com que os moradores não consigam dormir.
Em imagens postadas nas redes sociais pelos próprios frequentadores, é possível ver o intenso consumo de bebidas alcoólicas e não há respeito ao distanciamento social ou uso de máscaras de proteção, mesmo em meio à pandemia. Há ainda registro de intenso  comércio e uso de drogas durante os pancadões
Em um dos vídeos que compõem as denúncias, uma mulher com uma criança de colo está entre os jovens, próximos de uma van que vende bebidas alcoólicas. A pessoa que filma o baile mostra, na tela do celular, o horário: 5h da manhã.
Ainda segundo os moradores, mesmo com a chegada da Polícia Militar, os jovens não se dispersam totalmente e, após a saída da polícia , retornam ao baile.
De acordo com a Polícia Militar, há patrulhamento preventivo em diversos pontos e controle na área de atuação da corporação, mas o retorno dos jovens para a aglomeração se dá após a saída das viaturas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *