Vendas de veículos crescem entre fevereiro e março no país

Mesmo com o país vivendo uma crise por conta da pandemia do coronavírus, as vendas de veículos novos cresceram 13,2% entre  fevereiro e março.
O crescimento das vendas também ocorreu no estado de São Paulo, apesar do fechamento de concessionárias em todo estado.
No total, foram emplacados em março, 189,4 mil veículos, entre os de passeio, utilitários leves, caminhões e ônibus.
Comparando com março de 2020, quando a economia começou a sentir os primeiros impactos da pandemia, o crescimento foi de 15,8%, de acordo com o levantamento divulgado na manhã desta terça-feira (6), pela Fenabrave (Fenabrave Federação Nacional Distribuição Veículos Automotores), entidade que representa as concessionárias de automóveis.
Desde o início da crise provocada pela pandemia da Covid-19, foi a primeira vez que as vendas subiram na comparação com o mesmo período do ano anterior.
Apesar deste cenário , o primeiro trimestre de 2021 terminou com 527,9 mil veículos vendidos, o que representa um índice 5,4% abaixo de 2020.
Nos três primeiros meses deste ano, a Fiat liderou as vendas de carros de passeio e utilitários leves, representando 20,6% do total. Logo depois, vem a Volkswagen com (17,3%), a General Motors com (15%) e Hyundai  com (9,5%) das vendas em todo país.
Vale lembrar que a oferta de veículos continua limitada pelas paradas de linhas de produção  pela falta de peças, em especial componentes eletrônicos, e também pelo agravamento da pandemia, que ocasionou a paralisação da maioria das montadoras na última semana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *