Transportadores escolares fazem protesto e pedem socorro à prefeitura de São Paulo

Transportadores escolares, que foram profundamente impactados pela crise gerada pela pandemia da Covid-19 realizaram nesta segunda-feira (5), manifestações na capital paulista para tentar buscar alguma providência e auxílio das autoridades para a situação calamitosa do setor.
De diferentes pontos da cidade, grupos seguiram em carreatas em direção à sede da Câmara Municipal na região central.
A Radial Leste, nas proximidades do Viaduto Alcântara Machado, na zona Leste; e a região da Avenida Brigadeiro, na zona Oeste, foram dois dos pontos de concentração dos manifestantes.
De acordo com um dos líderes do movimento, entre as reivindicações estão liberação para operar no transporte público, linha de crédito com carência de 180 dias e juros baixos, a aprovação do PL (Projeto de Le) 520/20 que prevê um auxílio emergencial para a categoria, isenção de taxas no DT (Departamento de Transportes Públicos), além da vacinação para os transportadores.
Os manifestantes até o final da tarde permaneceram concentrados em frente à Câmara Municipal. Políticos que apoiam a causa dos manifestantes estiveram no local e prometeram atuar em favor da categoria para a solução definitiva do problema .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *