Sem “fase roxa” Doria mantém medidas restritivas da fase vermelha para todo estado de SP

A expectativa muito cogitada nas redes sociais, que Doria adotaria para o estado de São Paulo, a fase roxa da quarentena, que seria um endurecimento das rígidas medidas da fase vermelha, onde atualmente o estado se encontra, não se confirmou.
Em coletiva, o governador apenas divulgou as novas datas de vacinação para o público entre 72 e 76 anos.
O Campeonato Paulista de Futebol, que teve recomendação de paralisação do Ministério Público, não sofreu nenhuma intervenção por parte do  governo do estado.
“Nós estamos trabalhando em como viabilizar medidas que possam aumentar o nível de isolamento social. Não tomamos medidas em função de um ou outro setor. Precisamos reduzir o contato entre as pessoas, e isso se faz mantendo-as em casa”, afirmou Paulo Menezes, coordenador do Centro de Contingência.
Com relação aos eventos religiosos, o Estado não acatou a recomendação do Ministério Público e não adotou nenhuma medida mais restritiva para as igrejas e demais templos religiosos.
Atualmente, mesmo na fase vermelha, as atividades estão permitidas, já que foram incluídas como serviços essenciais pelo governo de São Paulo.
Pelo menos até a próxima sexta-feira (12), quando Doria concederá nova entrevista coletiva, permanecem as medidas restritivas já adotadas atualmente na fase vermelha da quarentena.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *