SÃO PAULO: Fiscais usam força contra ambulantes nos trens da CPTM.

Vídeos gravados por passageiros e divulgados na mídia mostram como a fiscalização termina em violência contra os ambulantes. Apesar de o trabalho ser irregular, as ações da fiscalização não justifica a covardia.

O número de denúncias contra o comércio ilegal nos trens da CPTM em São Paulo cresceu 170%. Junto com elas, cresceu também a quantidade de apreensões (12%) entre 2015 e 2016. Para entrar nos vagões, os vendedores se passam por passageiros comuns. Quando não há segurança por perto, eles iniciam as vendas. Os produtos variam muito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *