Premiê vestido de Mario deixa japoneses de queixo caído

O Japão reagiu nesta segunda-feira com um misto de surpresa, admiração e cinismo à imagem do primeiro-ministro, Shinzo Abe, vestido como o personagem de videogame “Super Mario” durante sua participação inesperada na cerimônia de encerramento dos Jogos Olímpicos do Rio-2016.

A aparição do chefe de governo japonês no Maracanã fez parte da apresentação de Tóquio como a cidade olímpica de 2020.

 Os meios de comunicação locais comentaram como a atitude bem-humorada de Abe deixou os japoneses de queixo caído.

“Fiquei impressionada em ver o líder da nação sacrificando sua reputação e fazendo cosplay num evento mundial”, postou um japonês no Twitter. “Ele foi demais”.

“Nunca pensei em ver o primeiro-ministro Abe interpretando o Mario, muito menos emergindo de um encanamento”, afirma outro tuíte.

Alguns comentários, no entanto, foram mais críticos.

“Ele surgiu de um cano contaminado por radiação”, disse um tuiter, aparentemente se referindo à tragédia da usina nuclear de Fukushima.

A brincadeira, no entanto, encantou o público presente no Maracanã.

“Queria mostrar ao mundo a influência do Japão com a ajuda de uma personagem japonesa”, declarou Abe aos jornalistas. “Não estáva muito seguro da reação do público, mas recebi muitos aplausos. Eu gostei muito”, acrescentou.

Tamayo Marukawa, ministra encarregada dos Jogos Olímpicos japoneses, explicou à imprensa em Tóquio que não sabia da participação de Abe.

“Jamais imaginei que ele se fantasiaria de Mario”, admitiu à imprensa.

Ela até sugeriu que Abe deveria a partir de agora se apresentar como “Shinzo Mario Abe”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *