Policia fecha boate Bahamas e uma Tabacaria em São Paulo por descumprimento de regras da fase emergencial

Na madrugada desta quinta-feira (18), a polícia fechou uma famosa boate de luxo em região nobre da zona sul de São Paulo.
De acordo com a polícia, mais de 50 pessoas estavam no local, a maioria sem máscara e sem cumprir o distanciamento  social. O dono dessa boate, o empresário Oscar Maroni, disse que no local funciona um hotel e que, portanto, pode funcionar durante a fase emergencial de combate a pandemia da covid-19
Na balada clandestina, no Bahamas, 54 pessoas foram encontradas no local, dos quais oito eram frequentadores e os demais eram funcionários da boate. Ninguém usava máscara.
Na Zona Norte de São Paulo, a polícia flagrou 44 jovens em uma tabacaria. A maioria não usava máscara e os jovens dividiam narguilés. O desrespeito é tamanho, que a festa havia sido divulgada em redes sociais.
Nas duas ações, todas as pessoas flagradas nos locais foram levadas para uma delegacia.
Segundo as equipes de fiscalização, as duas casas noturnas serão autuadas e deverão  pagar multa por desrespeito às novas regras da Vigilância Sanitária.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *