Óculos de realidade virtual de US$ 800 vende mais de 1500 unidades por minuto

Após o Oculus Rift entrar em pré-venda (por um preço bem salgado), agora foi a vez do HTC Vive iniciar seu período de vendas antecipadas. E mesmo custando US$ 800, o equipamento de realidade virtual da HTC vendeu 15 mil unidades nos primeiros 10 minutos após entrar em pré-venda.

Segundo o Gizmodo, esse ritmo de vendas é semelhante ao dos últimos iPhones lançados. A informação veio inicialmente de um tweet de Shen Ye, um funcionário da empresa. Pouco tempo depois, a CEO e conselheira da HTC Cher Wang compartilhou uma informação semelhante em seu próprio Twitter.

Vale notar, por outro lado, que é pouco provável que esse ritmo de vendas tenha se mantido por um período muito longo. Por um motivo semelhante, a Apple calcula as vendas dos iPhones ao longo do fim de semana de lançamento, e não dos primeiros dez minutos.

Investimento alto

Assim como o Oculus Rift, o HTC Vive exige uma boa soma de dinheiro para funcionar. Além do seu preço, ele também necessita de um computador com configurações de ponta que seja capaz de rodar os jogos e experiências desenvolvidos para ele.

As primeiras unidades vendidas do HTC Vive devem começar a ser despachadas a partir do dia 5 de abril, segundo a empresa. Diferente do Oculus Rift, ele vem com dois controles de movimento. As cofigurações mínimais listadas pela HTC para que o Vive funcione são as seguintes:

– Processador Intel i5 4590 ou AMD FX 8350 ou superior
– Placa de vídeo Nvidia GTX 970 ou AMD R9 290 ou superior
– 4GB ou mais de RAM

Fonte: Olhar Digital – O futuro passa primeiro aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *