LINHA 17 RECEBE A MAIOR PASSARELA INSTALADA EM MONOTRILHO

As obras de construção das estações da Linha 17-Ouro continuam em pleno andamento. Neste final de semana, sua maior passarela foi instalada na estação Chucri Zaidan, uma das maiores, com 57 metros de extensão e 270 toneladas, é a sexta de um total de dez que serão colocadas ao longo da Linha. O Metrô já realizou o lançamento de duas passarelas da estação Brooklin Paulista, duas da estação Vereador José Diniz e uma da estação Campo Belo.

A Linha 17-Ouro teve grandes avanços nesse 1º semestre. Em maio, foi publicado o edital para contratar a empresa que vai realizar as obras civis remanescentes. A empresa que vencer o certame ficará responsável pela fabricação e lançamento das vigas que compõem a via do monotrilho, bem como a execução do acabamento das estações Congonhas, Brooklin Paulista, Jardim Aeroporto, Vereador José Diniz, Campo Belo, Vila Cordeiro, Chucri Zaidan e também do Pátio Água Espraiada.

No último dia 12, foi aberta a licitação internacional para a compra de 14 trens e implantação dos sistemas de sinalização, retomando todos os trabalhos de implantação da Linha 17-Ouro, em monotrilho. Essa nova contratação vai substituir o Consórcio Monotrilho Integração (CMI), cujo acordo foi rescindido este ano pela atual gestão do Metrô, após constantes atrasos e redução no ritmo dos trabalhos pelo consórcio. Os problemas também levaram a aplicação de multas no valor de R$ 88 milhões, além da suspensão das empresas integrantes do consórcio de novas licitações e contratos com a administração estadual de São Paulo pelo período de dois anos.

Os demais serviços para a implantação da Linha 17-Ouro ocorrem normalmente com a construção das oito estações do trecho prioritário e do pátio de manutenção Água Espraiada. Quando pronta, a linha terá 7,7 km ligando o aeroporto de Congonhas à estação Morumbi, da CPTM.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *