Habilidades sociais bem desenvolvidas são fundamentais para sucesso profissional e pessoal

Como você reage ao ser criticado? Consegue absorver e mudar seus comportamentos ou fica com raiva e perde o controle? Você se sente confortável para falar em público? É gentil com as pessoas? Sabe expressar suas opiniões respeitando os demais pontos de vista? Essas são algumas perguntas que podem identificar como você desempenha as suas habilidades sociais. E se você as desempenha bem, tem mais chances de ter sucesso profissional e pessoal.

Segundo Ghina Machado, psicóloga e cofundadora da Clínica Estar, as habilidades sociais são diversos comportamentos individuais utilizados nas interações sociais para expressar sentimentos, atitudes, desejos, opiniões ou direitos. “Além disso, quando bem expressas, tem o objetivo de solucionar uma situação e minimizar a chance de problemas futuros. As habilidades sociais não são traços de personalidade ou caráter. Isso quer dizer que são comportamentos que aprendemos ao longo da vida, por isso podem ser modificados”, explica.

E por que é importante ser habilidoso socialmente?
Estudos já mostraram que pessoas com bom desempenho das habilidades sociais são mais saudáveis, têm menos probabilidade de adoecerem e são mais produtivas no trabalho. “Somos seres gregários, ou seja, dependemos uns dos outros para viver em sociedade. Desta maneira, o desenvolvimento das habilidades sociais é importante para a manutenção das nossas interações sociais, para a aceitação no grupo em que vivemos e para atingirmos nossos objetivos, seja no trabalho, na escola ou na vida pessoal”, explica Ghina.

Segundo Ghina Machado, há seis principais grupos de habilidades sociais. Veja abaixo:

  1. Habilidade de comunicação: fazer ou responder perguntas, dar ou pedir feedback, elogiar, iniciar, manter ou encerrar conversas.
  2. Habilidade de civilidade: dizer por favor, agradecer, apresentar-se, comunicar-se, etc.
  3. Habilidades Assertivas de enfrentamento ou defesa de direitos e cidadania: expressar opinião, discordar, fazer ou recusar pedidos, interagir com autoridades, lidar com críticas, expressar desagrado, lidar com a raiva do outro, pedir mudança de comportamento.
  4. Habilidades empáticas: reconhecer sentimentos e necessidades do outro, identificar-se com a perspectiva do outro, manifestar reações que expressem essa compreensão e esse sentimento.
  5. Habilidades de sentimento positivo: ser solidário, criar vínculos de amizade.
  6. Habilidades sociais profissionais: saber falar em público, solucionar conflitos, tomar decisões, liderar equipes.

Como desenvolver as habilidades sociais
Muitos estudos já comprovaram que a infância é o melhor período para desenvolver as habilidades sociais. Entretanto, como são comportamentos aprendidos, é possível modificá-los ou procurar atingir o estado desejado por meio da psicoterapia.

Segundo a psicóloga, é preciso tomar cuidado quando se fala de habilidades sociais, porque elas não inúmeras e aplicadas em diferentes contextos. Uma pessoa pode ter bom desempenho em uma habilidade e em outra pode apresentar déficits, o que é normal. Mas, se esse déficit for essencial para as interações sociais, por exemplo, ele pode ser desenvolvido”, conclui Ghina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *