Grande São Paulo e capital ficam na fase vermelha do Plano São Paulo das 20h às 6h nos dias uteis e durante os dois próximos finais de semana

Com o regresso do estado de São Paulo à fase vermelha do Plano São Paulo, sete regiões paulistas começaram a seguir os protocolos da fase vermelha e outras dez os da fase laranja do Plano São Paulo a partir da última segunda-feira (25). As regiões de Presidente Prudente, Marília, Bauru, Franca, Barretos, Sorocaba e Taubaté estão na fase vermelha. As outras que passam a adotar a fase laranja são Araçatuba, São José do Rio Preto, Araraquara, Ribeirão Preto, São João da Boa Vista, Piracicaba, Campinas, Grande São Paulo, Registro e Baixada Santista.
Nas regiões em fase laranja, as regras da fase vermelha devem ser adotadas nos dias úteis (segunda à sexta), no horário de 20h às 6h, e também aos sábados, domingos e feriados das próximas duas semanas.
Portanto as regras valem para os dois próximos finais de semana, dias 30 e 31 de janeiro e 6 e 7 de fevereiro.
Inicialmente, o governo havia informado que a capital, que está na fase laranja, entraria na fase vermelha já nesta segunda por causa do feriado de aniversário da cidade. Porém, depois informou que as restrições só valeriam a partir das 20h como nos demais municípios de estado. O mesmo valerá para outros feriados municipais das 645 cidades paulistas neste período.
As medidas de acordo com o governo estadual, se fizeram necessárias por conta do aumento dos casos da Covid-19, bem como o número de óbitos em decorrência da doença.
A próxima avaliação para uma possível alteração das medidas do Plano São Paulo serão verificadas no dia 7 de fevereiro.
Ainda segundo a gestão Dória,  sem medidas mais restritivas, se o aumento de internações se mantivesse no mesmo ritmo, os leitos de UTI para estes pacientes de esgotariam em 28 dias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *