Falta de doses faz cidades da Grande São Paulo suspenderem vacinação contra Covid-19

Devido a falta de doses de vacinas, sete cidades da Grande São Paulo suspenderam a vacinação contra a Covid-19. São elas: Vargem Grande Paulista, Arujá, Santa Isabel, Suzano, Ferraz de Vasconcelos, Itapecerica da Serra e Guarulhos.
Em Diadema e Cotia, as doses  do imunizante estão quase no fim e a vacinação só é feita exclusivamente com hora marcada.
Muitos idosos que se dirigiram aos pontos de vacinação e não conseguiram receber a dose da vacina , reclamam da falta de aviso oi informações por parte dos governos municipais.
Os prefeitos dis municípios que suspenderam a vacinação, alegam que aguardam um novo lote prometido pelo governo do estado para a semana que vem para continuar a aplicação da 1ª dose da vacina produzida pelo Butantan.
Em Guarulhos, por exemplo, muitos idosos que não sabiam da paralisação voltaram pra casa sem tomar a primeira dose e mesmo cidades que não suspenderam a campanha estão enfrentando dificuldades, como Santo André , que há três semanas, uma idosa tenta vacinar a mãe mas não consegue.
As prefeituras de Ferraz de Vasconcelos, Itapecerica da Serra, Santa Isabel e Vargem Grande Paulista afirmam ter uma reserva para a segunda dose, que é aplicada em média 28 dias após a primeira.
Diadema informou que está vacinando apenas com agendamento prévio e tem limite diário de vagas Suzano e Guarulhos estão vacinando somente idosos acamados em casa e a prefeitura de Arujá disse que a paralisação afeta apenas a vacinação de idosos entre 85 e 89 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *