Exposição fotográfica “Rostos Haitianos”

Durante quatro meses, Lucca Messer, fotógrafo documentarista inglês que vive no Brasil há 12 anos, voltou suas lentes à comunidade de imigrantes haitianos que vivem no bairro do Glicério, região central de São Paulo, SP, e capturou as imagens que integrarão a exposição Rostos Haitianos, que será inaugurada dia 9 de dezembro, às 12h, na Unibes Cultural.

De acordo com o fotógrafo documentarista, o bairro transformou-se em um ponto de encontro dos haitianos devido ao isolamento cultural que sofrem na cidade. “A proposta é debater a imigração e dar destaque aos novos grupos de imigrantes na cidade”, fala Messer.

A mostra é um fragmento do trabalho do profissional, que pretende criar uma série das diversas comunidades ainda ignoradas no Brasil. O projeto foi produzido pelo haitiano Ocarl Joseph, que frequenta o bairro do Glicério, e conta com a colaboração de professores da Universidade de São Paulo (USP), especializados no tema de imigração, urbanismo e direitos humanos.

Além das imagens capturadas, será possível conhecer cada um dos personagens por meio de depoimentos em que os imigrantes revelam seus sonhos, família, trabalho, religiosidade e fé, como o de Esner Sylvain, 31 anos e que vive em São Paulo, há dois anos: “Nós jovens haitianos sempre temos um sonho de viajar, conhecer vários países e buscar uma vida melhor do que a no nosso país. Eu vim sozinho à cidade. O bairro do Glicério não me faz sentir que estou em um país estrangeiro, o bairro se parece um pouco com a minha cidade no Haiti. Aqui no centro tem muitos haitianos e nós haitianos gostamos de viver juntos e por isso estamos aqui juntos, no mesmo bairro.”

Agenda:

Rostos Haitianos, de 9/12/2017 a 24/2/2018

Horário: das 10 às 19h

Gratuito

Unibes Cultural, rua Rua Oscar Freire, 2500, São Paulo, SP

www.unibescultural.org.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *