Exército, pneu e lâmpada

epocaEssa semana a revista Época deu destaque à luta das mulheres por respeito e igualdade. A repercussão? Bombou.
Estamos vivendo uma onda de valorização e libertação das mulheres, um período em que os questionamentos corretos estão sendo feitos, levando a desconstrução de tabus e preconceitos arcaicos.
Se você já ouviu falar de machismo ou já o vivenciou também já sentiu-se cansada com a falta de profundidade do que é dito.
Nas mídias muitos mostraram-se consternados com a publicação e empenharam-se na tentativa de rebater com algo que fizesse sentido, mas não foi dessa vez: “De agora em diante, todas as vezes que um país quiser invadir nosso território, são as mulheres que vão pro campo de batalha”. Quantas guerras será que esse camarada enfrentou? E o pai dele, será que alguma? Talvez o avô? Bom, caso algum antepassado dele tenha participado de alguma guerra não deve ter lhe contado que mulheres também participam de guerras em todo o mundo. Comentários da mesma categoria seguem citando troca de pneu e de lâmpada, mais atuais, tão vazios quanto. De fato, quando em uma discussão sobre direitos, domínio do próprio corpo e equiparação salarial ouvimos um “quero ver quando queimar a lâmpada” é porque a coisa já degringolou.
Parece que está mesmo difícil aguentar o protagonismo feminino.
Vamos ver o que vem por aí.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *