Estado de SP retorna à fase vermelha do Plano SP nesta segunda-feira (12)

Todo o estado de São Paulo retornou nesta segunda-feira (12) à fase vermelha da quarentena, que inicialmente durará até 18 de abril.
O fim da fase emergencial, ocorreu após o estado registrar uma pequena queda na taxa de ocupação dos leitos de UTI, que, apesar da diminuição, ainda é bastante alto, acima de 86%.
O número de casos e mortes pela doença também seguem altos, mas o governo tem a expectativa de que esses números caiam nos próximos dias, como resultado das restrições na fase emergencial.
Na prática, o retorno à fase vermelha permite o retorno das atividades presenciais nas escolas das redes pública e privada, desde que autorizadas pelas prefeituras, além da abertura de alguns serviços que estavam proibidos, além da retomada de competições esportivas profissionais.
Na capital paulista, as escolas já podem  receber alunos presencialmente nesta segunda-feira(12). Na rede estadual de ensino, os alunos podem retornar às escolas a partir da próxima quarta-feira (14).
O atendimento presencial em comércios, bares e restaurantes segue proibido em todo o estado.
O toque de recolher das 20h às 5h, medida adotada na fase emergencial, está mantido na fase vermelha. Segundo as autoridades, a força-tarefa formada por autoridades sanitárias e de segurança pública, continuarão a realizar operações de fiscalização, para coibir o desrespeito às medidas sanitárias determinadas pelo governo estadual.
Outra medida da fase emergencial que continua nesta fase vermelha, na cidade de São Paulo, é o rodízio noturno de veículos.
Esse esquema de rodízio opera no nos dias úteis, no sábado e nos feriados, das 20h às 5h, e não nos horários tradicionais, das 7h às 10h, e das 17h às 20h.
Nesta fase vermelha do Plano SP, as lojas de material de construção podem funcionar, mas somente para retirada de mercadoria na porta do estabelecimento, sem portanto atendimento presencial dentro da loja.
Restaurantes que então só podiam atender no sistema delivery, agora também podem funcionar para o cliente retirar o pedido na porta do estabelecimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *