Dicas para adotar um pet da maneira mais adequada

Adotar um pet é coisa séria, estar ciente das necessidades e particularidades do animal é importante para esse processo.

Para quem gosta de animais de estimação, adotar é, com certeza, um momento de muita alegria e emoção. Os pets são tão amorosos e trazem tanta felicidade para as nossas vidas que fica fácil esquecer os problemas quando estamos com eles.

Mas, adotar é compromisso sério, requer disposição para as mudanças que acontecerão na casa, na rotina, nas tarefas e responsabilidades. Há detalhes importantes que devem ser lembrados nessa fase inicial e que podem gerar dúvidas.

Para que esse momento de adaptação aconteça da melhor maneira possível, é aconselhável estar atento a alguns pontos relacionados a seguir:

Saúde

Ao adotar um pet, faça uma visita ao veterinário para checar se está tudo certo com sua saúde e siga as orientações do profissional para mantê-lo sempre saudável. Além disso, certifique-se de que ele está protegido contra parasitas como pulgas, principalmente se já houver outros animais na casa, pois essa pode ser uma fonte de doença que se espalhará por toda a família. Mantenha sempre esse cuidado para o bem-estar do seu cão ou gato.

Paciência

Seja filhote ou adulto, um ambiente novo deixa qualquer um apreensivo e desconfiado, inclusive o tutor. Por isso, esse é um ingrediente essencial na fase de adaptação. Mantenha a calma e tenha muita paciência para ensiná-lo sobre o local em que ele irá dormir ou fazer as necessidades.

Regras e rotina

Sem dúvidas, a chegada de um novo membro em casa é pura alegria, mas os tutores não podem deixar a empolgação e o pet controlarem tudo. Para manter a ordem na casa e ajudá-lo nesses primeiros contatos, é importante estabelecer algumas regras para que ele saiba obedecer aos seus comandos e a convivência torne-se tranquila e agradável. Aqui, a paciência também é primordial.

“Briga de irmão”

Se você já tiver outro animal de estimação, o período de adaptação pode ser redobrado, afinal ambos precisarão de tempo para se conhecer e aceitarem a presença um do outro no mesmo ambiente, dividir carinho e atenção. É necessário garantir que cada um tenha seu espaço, seus próprios brinquedos, potes para alimentação e demais objetos.

E claro, muito amor

Não existe receita de sucesso sem amor envolvido. Brinque com seu pet, não deixe de demonstrar carinho e preste atenção às suas necessidades. Assim, a amizade e companheirismo estarão garantidos para a vida toda!

Sobre a COMAC

A COMAC (Comissão de Animais de Companhia do SINDAN – Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Saúde Animal), criada em 2007, visa estruturar um ambiente de intercâmbio de informações e ideias, propondo e executando ações que estimulem o desenvolvimento do mercado pet brasileiro, em especial nas áreas ligadas à saúde animal. Tem por objetivo tratar dos assuntos ligados ao mercado de animais de companhia (cães e gatos), visto como um dos mais importantes e crescentes segmentos da indústria veterinária brasileira e mundial. Através de pesquisas do segmento, a COMAC deseja informar sobre os benefícios da relação entre os animais de estimação e o homem, a importância do médico veterinário na prevenção de doenças e na manutenção da saúde dos animais, valorizando a medicina veterinária e seus profissionais.

Conheça também a marca Ter Pet Faz Bem, canal exclusivo para falar sobre cuidados com a saúde, novidades e curiosidades sobre o universo dos animais de estimação e o homem, no Facebook e Instagram.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *