Danilo Gentili, suas piadas e um mar de tédio

danilo-gentile1O momento de reflexão sobre os limites do humor e até onde vai a construção desse discurso isento de responsabilidade saiu de cena para entrar a indignação e o repúdio.

O apresentador Danilo Gentili satirizou a violência contra a mulher e, aparentemente sentindo-se muito seguro em suas manifestações misóginas, reagiu ao comentário de uma fã chamando-a de “arrombada”.

Estamos na era das celebridades, onde para tornar-se um formador de opinião não é necessário conteúdo, mas sim uma boa quantidade de aparições nas mídias. É assim que figuras como essa reforçam comportamentos contra a mulher que vão de desagradáveis a cruéis, impulsionando atos de violência verbal ou física encobertos por machismo e sátira.

É lamentável ver como a falta de criatividade para criar o humor está decadente a ponto de o riso ser provocado apenas por exaltar situações de opressão e inflar o deprimente ego de homens e – pasme! – mulheres machistas.

Nas mídias sociais, muitos foram os que criticaram o acontecimento, contudo, é alarmante a quantidade de pessoas que consideram tais atitudes normais, apoiando a naturalização desse comportamento.
É, vamos ver o que vem por aí.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *