Aquarius | Críticas de Cinema – Efrem Pedroza

Nota: 5,0

      Memórias. Boas ou ruins, somos um verdadeiro mosaico de experiências que guardamos com o passar do tempo. Em “Aquarius”, Clara (Sônia Braga) é uma ex-jornalista, aposentada, que resiste ao assédio de uma construtora que pretende comprar seu apartamento, único restante de todo o prédio, para poder construir um novo em seu lugar.

    Anos de batalha, não somente para criar os filhos, mas para superar uma grave doença, são desrespeitados pelos funcionários da construtora que visam apenas o dinheiro e, óbvio, não conseguem compreender Clara e suas tão preciosas memórias.

      Por último e não menos importante, a atuação de Sônia Braga neste longa-metragem é digno de Cannes. É possível sentir toda a aura da atriz que literalmente nos leva a orbitar em torno dela e seu drama, muito bem explorado do começo ao fim, seja em cenas de pura leveza ou não. Não podemos deixar de citar também, o olhar cirúrgico do diretor Kleber Mendonça, que constrói essa verdadeira alquimia entre personagem e narrativa com extrema maestria. Doce… Essa é a palavra que seleciono para representar esse filme. Recheado de ternura, memórias afetivas e conduzido por uma narrativa cativante e sensível. Uma obra de extrema qualidade!


Confiram a crítica completa no blog: efrempedroza.blogspot.com.br

Facebook: Efrem Pedroza – Crítico de Cinema

O critério de notas é estabelecido da seguinte forma:

0,0 = péssimo

1,0 = ruim

2,0 = regular

3,0 = bom

4,0 = ótimo

5,0 = excelente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *